As declarações polémicas do ex-marido de Maria Leal


Francisco D’Eça Leal acusou a cantora de o ter deixado na miséria.

Esta terça-feira, dia 16, foi transmitida a primeira parte do programa “Vidas Suspensas” sobre a história de Francisco D’Eça Leal. O ex-marido de Maria Leal garantiu estar na miséria depois de a cantora supostamente lhe ter retirado a fortuna que herdou do pai, o artista plástico Paulo D’Eça Leal.

Diagnosticado com esquizofrenia aos 18 anos e com lesões físicas graves devido a uma queda de um telhado, Francisco garantiu que se apaixonou por Maria Leal aos 24 anos, quando esta tinha 44. O jovem conta que fazia tudo pela amada, aceitando casar-se por esta assim o aconselhar. A justificação era a suposta proteção da fortuna herdada, de forma a que esta não fosse parar às mãos da mãe de Francisco.

Francisco conta que confiou totalmente na agora cantora, sendo esta quem geria o dinheiro. Ao longo do programa, foram apresentados vários recibos de lojas onde Maria Leal terá gastado milhares de euros em roupas, entre outros produtos. “Eu não comprava quase nada”, garante Francisco, admintindo ainda ter assinado papéis em branco que lhe eram entregues pela mulher.

Francisco D'Eça Leal

Além de supostamente gastar o dinheiro, Maria Leal terá convencido Francisco a vender três dos quatro apartamentos de que era proprietário. As vendas foram feitas por valores abaixo do que as propriedades valiam, de forma a que a transação acontecesse com rapidez. A cantora terá também utilizado o dinheiro do marido para abrir duas lojas, uma na Parede e outra em Elvas.


Você leu?: Morreu o cantor portugues Roberto Leal


O programa falou com antigos funcionários das lojas de Maria Leal, com estes a garantirem que esta referia-se ao marido como “primo” ou “amigo”. Houve suspeitas de outras relações amorosas durante esse período, sendo que uma delas aconteceu com Tiago Ginga, ex-concorrente de “Casa dos Segredos”. Este namoro trouxe Maria Leal para as televisões e, mais tarde, ajudou a dar início à carreira como cantora.

Francisco D’Eça Leal garante que nunca suspeitou de nada, até ao momento em que pesquisou o nome da mulher na internet. Nesse momento soube da relação com Tiago Ginga e confrontou-a. A verdade acabou por ser revelada. Mais tarde, o jovem terá percebido encontrar-se na miséria.

No programa, foram mencionados os possíveis crimes cometidos por Maria Leal, sendo estes “desfalque financeiro, violência domestica com abuso psicológico e isolamento de uma pessoa dependente e com problemas de saúde mental”. A segunda parte do programa será transmitida na próxima terça-feira, dia 23, na SIC.

Recorde-se que, antes da transmissão desta primeira parte, Maria Leal usou as redes sociais para reagir às acusações. “Na sequência das últimas notícias relacionadas com o meu ex-marido, apenas tenho a dizer que irei recorrer às instâncias competentes para ver reposto o meu bom nome, nomeadamente a nível criminal, uma vez que são tudo inverdades que nada mais são do que uma clara difamação. Não irei prestar qualquer declaração sobre o assunto, a não ser no local próprio. Até lá peço que contactem o meu advogado dr .José Pinho para qualquer esclarecimento. Estou focada no meu trabalho e em ser feliz”, escreveu.

 

Fonte: TV Mais (Leia o artigo completo)

 

 

Postado na categoria: Nacional, Notícia Geral - Palavras chave: , , , , ,

Leia também:

Morreu o cantor portugues Roberto Leal
Morreu o cantor portugues Roberto Leal

Morre em SP o cantor Roberto Leal, aos 67 anos

September 15, 2019, 1:56 pm