loader

10 comidas que você nunca vai tocar de novo sabendo disto Fevereiro 18, 2019

Quem está preparado para algumas histórias de terror sobre a maneira pela qual o alimento é processado? Algumas pessoas não querem nem saber como a linguiça é feita, porque é nojento.

Desde aditivos alimentares a base de roedores até conservantes químicos e elementos não comestíveis aparecendo em nossos pratos, nós geralmente não temos ideia do que realmente acontece na fabricação. Está na hora dar uma olhada nos bastidores.

1. Cogumelos enlatados

Cogumelos enlatados deveriam ser um atalho confiável quando você está preparando o jantar, mas não vale à pena quando se dá conta que o FDA permite que cada cogumelo enlatado contenha legalmente 20 ou mais larvas.

Sim, larvas – aquelas minhoquinhas brancas que crescem em carne podre e, aparentemente, nos cogumelos. Há níveis aceitáveis de insetos, pelos de roedores e outros “materiais ofensivos” para todos os alimentos processados, mas cogumelo é um dos piores ofensores.

 

2. Nuggets de frango

O boato de que nuggets de frango são feitos de lodo rosa é falso, mas o verdadeiro processo para fazê-los não é muito melhor.

Eles são feitos à base de peito de frango. Mas, o peito de frango corresponde apenas a 50% do nugget – o resto é pele, osso, vasos sanguíneos, tecidos conjuntivos moídos e sangue. Eles também contêm sal, açúcar, amido e “pastas e enchimentos”, seja lá o que isso signifique.

 

3. Creme de café

Cremes líquidos não lácteos têm a cor e consistência de creme, mas são feitos inteiramente de óleo. Aquela sensação aveludada na boca é alcançada com agentes espessantes e emulsificantes como a carragenina, e ingredientes que tendem a causar inflamação e problemas digestivos.

Outros texturizadores incluem gel de celulose e goma celulósica, que são enchedores saborosos derivados da polpa da madeira ou algodão. Aditivos cremosos em pó são cremes inflamáveis, isso sem contar que têm um gosto nojento.

 

4. Mountain Dew

Há muito tempo, o refrigerante cafeinado favorito nos Estados Unidos Mountain Dew é tão carregado de químicos que você não iria querer beber se soubesse disso. Aquele sabor cítrico poderoso é criado com um químico chamado óleo vegetal bromado ou OLB.

E, à propósito, OLB também é usado como um retardador de chama. Além do Mountain Dew, o OLB também aparece nas Sodas, Fanta Laranja, Gatorade de Laranja e alguns sabores do Powerade.

OLB foi banido em alimentos da Europa e Japão, mas não nos EUA. Exposição excessiva ao OLB já levou pessoas a apresentarem lesões cutâneas, perda de memória e transtornos nervosos. Obtenha sua cafeína de outra forma.

 

5. Queijo

Você quer acreditar que queijo é vegetariano, correto? Nenhum animal é morto na produção? Bem, nem sempre esse é o caso. A maioria dos queijos contém um composto chamado coalho, que é tradicionalmente encontrado no estômago de bezerros sendo amamentados.

Pode não ser impossível encontrar queijo que você possa comer sem ficar com ânsia. Aproximadamente 80% do coalho usado hoje é geneticamente modificado inserindo o DNA da vaca em certas bactérias, fungos e leveduras.

 

6. Queijo ralado

Se você já usou queijo pré-ralado por conveniência, pode ter notado que tem uma textura distintamente diferente daquela do queijo que você mesmo rala. Isso porque queijo ralado ensacado contém uma quantidade significativa de polpa de madeira.

Para ser justo, queijo naturalmente ralado iria formar grumos durante o transporte, se não houvesse algum tipo de material desidratante. Mas, pode valer à pena investir tempo para ralar um queijo fresco em casa.

 

7. Molho para salada

 

admin

0

Mexericos e Coscuvilhices 2018