loader

Estas são as características do signo Peixes Fevereiro 19, 2019

O Sol entra no signo Peixes no dia 18 de Fevereiro às 23.03, onde permanece durante um mês. É o último signo do Zodíaco e destaca-se por ser aquele que está mais ligado à espiritualidade. Peixes é ultra-sensível, poético, delicado, intuitivo e tem qualquer coisa de Anjo, que o faz parecer não ser completamente deste mundo.

Olhar sonhador, apresentação doce, riso tímido e pueril, discrição e postura recatada, que depressa se tornam uma defesa feroz quando se encontra perante uma situação de injustiça, um animal abandonado ou uma situação de maus-tratos. Eis o nativo de Peixes. Vive, ou procura viver, tranquilamente na sua bolha cor-de-rosa, porém é extremamente atento a tudo o que se passa à sua volta, tendo um forte sentido de missão para com os outros. Para o nativo de Peixes é possível existir um mundo melhor, se todos fizerem a sua parte. E ele dá o melhor de si para ajudar quem mais precisa.

Peixes é um signo extremamente ligado à intuição, ao inconsciente, ao sonho. Regido pelo planeta Neptuno, que se relaciona com as visões, as profecias e os ideais, este signo é particularmente dotado a este nível, havendo muitos nativos ligados ao misticismo, às ciências ocultas, ao esoterismo. Quase todas as pessoas deste signo mesmo as mais cépticas, têm uma espiritualidade muito desenvolvida, uma intuição apurada que cedo aprendem a seguir.

Podem não revelar os seus pressentimentos, sonhos e feelings a ninguém, mas têm plena consciência que há qualquer coisa em si que fala mais alto e que lhes aponta o caminho a seguir. Neptuno dá-lhes, também, o poder da fé – a capacidade de acreditarem em algo sem terem necessidade de o ver, de lhe tocar, de que esse algo tenha uma existência física. Peixes é um dos signos do Zodíaco que melhor compreende a célebre frase de Saint-Exupery: “O essencial é invisível para os olhos, só se vê bem com o coração.” Os nativos deste signo conseguem, mais do que a maioria dos outros signos, acreditar, e essa crença é um dos seus mais fortes guias, e um dom que trazem ao Mundo para partilhar com todos os outros seres.

Peixes é um signo de Água, o terceiro, segundo a ordem do Zodíaco. Enquanto que Caranguejo se relaciona com as águas tranquilas dos lagos e Escorpião com as águas dos pântanos, as correntes atribuladas e densas, Peixes representa as profundezas dos oceanos, a água pura onde nunca Homem nenhum chegou. O nativo de Peixes sente-se em perfeita comunhão com a natureza, adora passar o seu tempo livre ao ar livre, deslumbra-se com a perfeição das paisagens e encontra o seu equilíbrio e a sua paz interior quando está junto ao mar.

Devido à sua sensibilidade apurada precisa de limpar a sua energia com regularidade, pois como sente uma forte empatia com os outros seres, facilmente é afetado pelas energias do espaço onde se encontra. É importante ter consciência desta característica e aprender a reconhecer aquilo que consome a sua energia, encontrando formas de se proteger, pois o nativo de Peixes sofre muito com a influência negativa do espaço onde se encontra. Embora tenha a capacidade de entrar em sintonia espiritual com os outros, adivinhando facilmente os seus pensamentos, sabendo intuitivamente como confortá-los, tendo o dom de os fazer sentirem-se melhor (muitos nativos do signo Peixes têm uma aptidão natural para a cura, exercendo profissões que de algum modo proporcionam maior bem-estar e saúde aos outros), é também mais suscetível a ser afetado de forma negativa, sentindo a sua energia sugada, precisamente por dar tanto de si. É muito importante, para quem nasceu sob este signo, aprender a ajudar os outros sem se prejudicar a si próprio, pois Peixes tem sem dúvida um importante papel no mundo, sendo necessário aprender a manter-se focado e a utilizar o seu potencial.

Fonte: Lifestyle

admin

0 # # # #

Mexericos e Coscuvilhices 2018